Serviços oferecidos pela Acrinel
13 de dezembro de 2019
A importância da prototipagem em um projeto de comunicação visual
27 de dezembro de 2019

As placas de sinalização são de suma importância para o bom funcionamento de um condomínio. Sem elas a organização do espaço seria um caos, já pensou não saber qual é a área de entrada e saída de carros, onde ficam os elevadores e as saídas de emergência? Presente nas leis de acessibilidade, a sinalização garante uma comunicação visual rápida e eficiente.

Regulamentada por lei, o uso de placas de sinalização é obrigatório em todos os edifícios, além disso, as empresas devem seguir um padrão de cores e tipos indicados para cada situação e ser colocadas em pontos estratégicos, garantindo a visualização de quem circula pelo ambiente. 

Uma dica é escolher uma empresa que está dentro das normas técnicas exigidas pela lei, para garantir uma maior segurança para as pessoas que frequentam o local. A seguir listamos algumas regras básicas para a comunicação visual do seu edifício:

Elevadores

No Estado de São Paulo, a legislação exige que todos os estabelecimentos comerciais tenham fixado nos elevadores uma placa com  a seguinte frase: “Aviso aos passageiros: antes de entrar no elevador, verifique se o mesmo encontra-se parado neste andar”. Os elevadores também precisam conter placas que indiquem a quantidade máxima de pessoas e o peso suportado, além de informar quando o ambiente está sendo filmado e o que fazer em caso de emergência.

Acessibilidade

As placas de acessibilidade são representadas por um símbolo internacional de acesso que pode ser indicado por um pictograma branco com um fundo azul ou pictograma branco sobre o fundo preto (em casos opcionais). Além disso, as figuras precisam estar posicionadas para o lado direito. Ainda segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) as placas precisam conter informações em braile para os deficientes visuais.

Emergência

Os equipamentos de segurança precisam estar localizados em uma altura de 1,80 m e as placas precisam ser colocadas em um local de fácil visualização. Existem dois tipos de sinalizações de emergências:

  • Básica = sinalização de proibição, alertas, orientação e salvamento e equipamentos;
  • Complementar =  é composta por faixas de cor e mensagem complementares à sinalização básica, como indicação de rotas de saídas. 

É importante destacar que essas placas precisam estar destacadas em relação às outras informações de comunicação visual.

Consulte nosso departamento de projeto para elaborarmos o projeto adequado para o seu ambiente, edifício e/ou urbanismo.

Conte conosco na solução completa do projeto à instalação!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
1
Dúvidas? Atendimento via WhatsApp
Olá!
Fale com nossa equipe
Powered by